Requalificação da Orla da Lagoa do Violão – Torres/RS

A Lagoa do Violão faz parte da paisagem da cidade de Torres, município gaúcho que faz divisa com SC, e é conhecido por ter as mais belas praias do RS. O objeto de intervenção, a lagoa, está situado no coração da cidade, sendo um ícone do imaginário de turistas e determinante na rotina de quem vive na cidade. Atualmente a lagoa vem sendo subutilizada devido à falta de infraestrutura de sua orla, praças adjacentes e acessos.
O projeto enxerga na Lagoa do Violão um grande potencial articulador de vitalidade nos espaços públicos de seu entorno. Resgatando a história da cidade – que nasceu às margens da lagoa, a singularidade de seu ecossistema ambiental – fauna, flora, e paisagem natural, e os usos já tradicionais do entorno – prática esportiva como corridas e caminhadas, lazer aquático com stand up paddle e pedalinho, feiras de agricultura familiar e ecológica que acontecem durante a semana, além de eventos excepcionais que ocorrem periodicamente.
A partir daí desenvolveu-se a estratégia de projeto: requalificando a área, afim de torna-la apta a receber as atividades já estabelecidas e dando a oportunidade a novos olhares sobre a paisagem urbana em harmonia com a natural. O projeto consiste na requalificação dos espaços públicos ao redor da Lagoa do Violão, dando a oportunidade que a população local e turistas redescubram o potencial local.
Atividades de interesse cultural, recreativo, socioeconômico, esportivo e de aproximação ao ambiente natural da área. Essas são algumas das vocações que foram levadas em conta no zoneamento das atividades e definição de prioridades. Mas, principalmente, o projeto busca retomar o envolvimento entre um espaço público e a comunidade, destacando o que de melhor um pode dar ao outro.
A materialidade utilizada busca respeitar a paisagem local, com a o uso de pedras para pavimentação (pedra portuguesa e basalto), e prioritariamente, madeira na construção de novas edificações, resgatando valores das típicas construções do litoral gaúcho (o chalé de madeira). Os decks e estruturas de aproximação à água também são em madeira, com um sistema de flutuação e fixação de baixo impacto.
O mobiliário urbano, sinalização e equipamentos construídos foram pensados de maneira a atender todo o conjunto, e assim, tornar o complexo de atividades da Lagoa do Violão coeso e interessante, assim, qualquer um dos pontos de acesso torna-se uma porta de entrada para a Lagoa.
O projeto busca trazer a compreensão da complexidade da intervenção desde a escala macro, entendo as questões urbanas, ambientais, sociais e imagéticas que envolvem o contexto. E ao mesmo tempo, atravessa as diversas
escalas da arquitetura, chegando até ao detalhamento de mobiliário urbano, sinalização, estruturas arquitetônicas, buscando soluções coerentes com as intenções do plano macro, assim, criando um conjunto harmônico.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783