Percepção da paisagem e diretrizes de planejamento urbano como proposta de melhoria aos atrativos turísticos de Pinto Bandeira/RS

Pinto Bandeira é uma cidade com 2.847 habitantes (segundo dados do IBGE do ano de 2016), no qual, boa parte gera economia através da agricultura familiar. Nela, as paisagens proporcionadas pelo cultivo das videiras e dos pomares de pêssego promovem o turismo local que, mesmo em pequena escala, atrai o público que busca visuais, identidade cultural do lugar, produtos de qualidade e pela hospitalidade dos moradores. A paisagem se destaca não somente pela agricultura já existente no território, mas também pelas belezas da paisagem natural e, devido à topografia, recebe ênfase em praticamente todos os percursos no território do município.
Devido à proximidade com alguns roteiros turísticos consolidados, como Vale dos Vinhedos e Caminhos de Pedra de Bento Gonçalves/RS, o município recebe anualmente turistas de diversas regiões do Brasil que procuram pelo diferencial proporcionado pela pequena cidade: características rurais, culturais e práticas locais e a tranquilidade do interior, que apontam para uma boa qualidade de vida.
Assim, este trabalho tem o intuito de demonstrar as potencialidades paisagísticas do Município de Pinto Bandeira. O projeto está relacionado com diretrizes de planejamento urbano, auxiliando no fortalecimento das paisagens existentes no espaço compreendido pelo percurso explorado por turistas e moradores.
A proposta pretende exaltar as paisagens do lugar, qualificando o percurso definido pelo potencial paisagístico e valorizando as características da cidade no desenvolvimento urbano. Apresentando potenciais para realçar as qualidades paisagísticas do espaço, oferecendo condições adequadas e novos atrativos ao longo da rota, o jovem município poderia se integrar com as demais rotas turísticas da Região Metropolitana da Serra Gaúcha que está inserido, estabelecendo outra possibilidade de fonte econômica. Além disso, tanto turistas como a própria população, teriam a oportunidade de desfrutar dos potenciais paisagístico e culturais já presentes no lugar.
Com o objetivo de atrair os turistas que visitam a região, o trabalho busca valorizar as belezas naturais, culturais e cultivadas através do desenho da paisagem orientado pela metodologia integrada desenvolvida a partir de Kohlsdorf (1996), Alexander (2013) e Rigatti e Trusiani (2017). Neste método desenvolvido, são abordados os efeitos visuais, identificação dos elementos históricos, culturais e paisagísticos e diretrizes projetuais na composição da proposta como forma de análise para orientar o trabalho, através das abordagens de cada autor. Além disso, esta pesquisa e o projeto elaborado pretende estimular o uso dos espaços abertos pela população e fortalecer a identidade cultural do município, resultando numa boa relação entre a paisagem natural e de cultivo, mantendo a escala de pequena cidade.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783