Parque das Artes: uma estratégia de convivência urbana através da ressignificação do espaço público em Itapeva/SP

A cidade contemporânea, inevitavelmente, é alvo de diversas críticas. Pode-se dizer que ela começou a perder seu sentido, rompendo seu vínculo com os indivíduos. Surge, então, a necessidade de ressignificação dos espaços, atuando de forma crítica ao construir vínculos mais permanentes na sociedade. Dentro deste contexto, a arte pode fazer este papel, interpretando o mundo contemporâneo e ressignificando os espaços públicos através de sua “prática crítica” (PALLAMIN; LUDEMANN, 2002).

A partir desta problemática, o presente trabalho se propõe a inserir no município de Itapeva/SP um centro de artes, em resposta a atual condição urbana e social presente na cidade. O projeto funcionará como um complexo e abrigará espaços de ensino, ensaio e apresentação das artes. Além disso, para contribuir de forma inclusiva na cidade, a estrutura a ser projetada também dará suporte para expressões artísticas recentes na cidade, como arte circense, arte digital e a arte híbrida (integração das linguagens artísticas).
O município de Itapeva/SP se insere em sua região como cidade pólo da microrregião localizada no Sudoeste Paulista, a qual é a mais pobre do estado. Desta forma, dentro deste contexto de vulnerabilidade social, é ressaltada a importância do município para com as cidades vizinhas, revelando-se com um papel socioeconômico fundamental na região, já que poderá contribuir na vida das pessoas através da oferta de educação, fomento artístico, desenvolvimento social, convivência urbana, lazer e cultura.

Outra questão pertinente no município é a antiga demanda de uma estrutura pública para desenvolvimento e apresentações das atividades artísticas, seja ela um centro de artes, um teatro ou simplesmente um espaço cultural. Atualmente, Itapeva possui várias escolas e grupos artísticos que, por não possuírem uma estrutura adequada, não conseguem propagar sua arte de forma expressiva. Isto impacta na própria consciência dos cidadãos, os quais, em sua maioria, não acompanham a efervescência artística local.

Objetiva-se, então, sanar com as dificuldades anteriormente apresentadas, através de um edifício público, permeável e de fácil acesso, oferecendo também um lugar de encontros e de vivência do lúdico, o qual pode minimizar as separações na cidade e gerar uma cotidianidade–lazer a ela (LEFEBVRE,2001). Para isto, o projeto visa se conformar em situações urbanas pré-existentes, orientando-se não só pelos condicionantes físicos, mas pelos político-sociais. Portanto, a escolha do terreno foi essencial, a fim de fazer com que a decisão conceitual seja, praticamente, a natureza do lugar.

E, por fim, a proposta visa construir um programa ligado às artes, compreendendo desde as demandas das linguagens artísticas até as necessidades do lugar, como novos espaços de convivência. Desta forma, as intenções do projeto se ampararam em responder de maneira clara e transformadora a um espaço da cidade, gerando fomento artístico, vida intensa e vizinhança fortemente presente. Além disso, a dança, a música, o teatro e as artes visuais serão incentivadas a trabalharem de forma integrada em prol de vivências artísticas marcantes, através de nós e conexões entre edifício cultural, espaços públicos e áreas verdes.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3778

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3778