Mercado do Produtor – um mercado público em Novo Hamburgo

Em uma cidade onde há carência de espaços públicos de qualidade e que promovem a interação humana, onde há falta de apoio aos comerciantes agrícolas locais, bem como falta de comércio voltado à agricultura familiar, o projeto apresentado visa cessar estes problemas e demonstrar que a arquitetura pode reconstruir lugares e vidas, fornecendo apoio e contatos sociais que só são possíveis quando há espaços de qualidade na cidade.
O projeto foi elaborado em um dos terrenos de maior importância na cidade de Novo Hamburgo, localizado na saída da estação terminal Novo Hamburgo, da trensurb, e ao lado do shopping Bourbon, no centro da cidade. Com um projeto de um camelódromo e um terminal de transporte público, a população da cidade se mostrou descontente com o uso destinado e, por meio de redes sociais, pediu um novo uso para o local.
Tendo cerca de 70% da área da cidade pertencente ao bairro rural e com aproximadamente 100 famílias que tiram seu sustento exclusivamente da agricultura e que vendem seus frutos em feiras espalhadas pela cidade, sem infraestrutura e valorização adequadas. De aproximadamente 15 feiras que ocorrem na cidade, cerca de 05 são localizadas em um raio de menos de 1,5km, e as outras são de fácil acesso tendo em vista a proximidade do terreno com o trensurb e o terminal de ônibus da cidade.
A proposta é dividida em 4 atividades distintas, sendo elas: o mercado, onde os agricultores podem vender seus produtos tendo boa infraestrutura e devida valorização. O prédio de alimentação, que abrigará restaurantes, bares e bistrôs, com intenção de receber público de diversas idades e estilos. O edifício garagem, que comporta os veículos dos usuários do mercado, bem como dos frequentadores do centro da cidade, sendo assim mais uma fonte de renda para o complexo. Por fim, há a praça, destinada a abrigar feiras ao ar livre, exposições, shows e pessoas que busquem um escape da agitação da cidade.
Para um melhor aproveitamento do espaço da praça, foram projetados mobiliários móveis, possíveis de serem distribuídos para atender de melhor forma a atividade da praça. E quando for necessário um espaço livre (para show, exposição e afins) os móveis podem ser recolhidos, liberando o espaço.
Com inspiração das casas enxaimel, que faz parte da cidade e da história de grande parte dos agricultores, a fachada foi trabalhada para criar uma mistura entre as tradicionais construções alemãs e as fachadas históricas de mercados públicos. Fazendo também uma mistura do passado e atualidade misturando materiais (como madeira e vidro). A estrutura dos prédios também evidenciam essa mistura de estilos.
Com móveis baixos, e diversas áreas de estar em todo o complexo, a proposta atende a função de promover a interação dos usuários. O complexo com seus usos acima descritos, cumpre seu papel de valorizar o setor agrícola e também traz um espaço que atraí novos visitantes para a cidade.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783