Ensaio Sobre a Orla: Ressignificação do Porto

A temática escolhida é a requalificação da área do Porto Fluvial de Estrela, com o intuito de valorizar a orla do Rio Taquari, tornando o porto um símbolo de recuperação econômica e ambiental da área. A região da intervenção conta com uma área de 150.000m2, localizada na cidade de Estrela, RS. Atualmente acontecem eventos esporádicos na região, buscando incentivar e ocupar os locais em parcial ou total abandono, através da apropriação pelas pessoas. Esse anseio também incentivou o desenvolvimento de um projeto com novos usos para a região – uma estação intermodal -, que incentivaria as potencialidades do local. É latente a vontade da comunidade de ocupar esse espaço.

O local de estudo está localizado em uma região que se caracteriza como uma área portuária, industrial e de prestação de serviços. O porto apresenta uma ampla infraestrutura, a qual acaba sendo subutilizada para a movimentação de cargas (que é mínima quando ainda existente), gerando gastos elevados em manutenção e reduzindo a capacidade de desenvolvimento do local. A movimentação de cargas está reduzida ao transporte de areia, enquanto que a movimentação de grãos está quase totalmente limitada ao trigo – ficando meses sem receber um novo carregamento. Os silos verticais mantêm uma movimentação de grãos feita exclusivamente por meio rodoviário – desativando o berço e as correias transportadoras locados em sua frente-, mas encontram-se em situação ilegal de arrendamento desde 1993. A diminuição dos usos portuários tem se intensificado devido à limitação do tamanho das embarcações, às tarifas defasadas e à concorrência com o modal rodoviário.

É interessante que a revalorização de um local apresente os mais diversos usos e atividades, trazendo vida em diferentes dias e horários. Como resultado, se obtém um espaço agradável e seguro. A ressignificação de um local deve levar em consideração, também, a sua história e a importância dos edifícios para a população. O Porto de Estrela já é considerado um ponto de referência para a comunidade e essa identificação das pessoas é essencial para o incentivo do seu uso. Manter o caráter do porto, através das suas edificações, é importante para que as pessoas assimilem as novas intervenções com as memórias e com o marco histórico que ele representa para a cidade.

Propõe-se um complexo multiuso com serviços, áreas culturais, áreas turísticas e residências. A inserção dos elementos foi feita utilizando a infraestrutura subutilizada e aproveitando a topografia do local. Grandes escadarias foram criadas para vencer o desnível entre a área portuária e a retroárea, facilitando o acesso ao parque linear da orla. A histórica conexão entre as cidades de Lajeado e Estrela também norteou o projeto, incentivando que as cidades voltem o olhar para o rio, através de conexões físicas e visuais. Abrir a cidade para o rio faz com que sua história seja relembrada e valorizada. O objetivo é criar novos tempos através da ressignificação de locais subutilizados, aliando o passado com o seu atual caráter.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783