Centro de Arteterapia

CENTRO DE ARTETERAPIA
O projeto corresponde a um Centro de Arteterapia: um ambiente de caráter terapêutico, o qual utilizará práticas artísticas como forma de expressão e tratamento de conflitos psicológicos.
A Arteterapia é uma forma de terapia alternativa voltada à reflexão crítica, à experimentação criativa e à produção de conhecimento nos campos da psicologia, da arte, da educação e da cultura. Abrange as linguagens plástica, sonora, literária, dramática e corporal como instrumento de autoconhecimento.
Com base na crescente conscientização sobre a importância da manutenção da saúde mental pessoal e benefícios promovidos em todos os outros setores da vida dos indivíduos, além do aumento da procura por terapias para tratamento de problemas psicológicos, além de em áreas clínicas, também em terapias alternativas, tornam-se mais necessários centros terapêuticos adequados para atender a essa demanda.
A área escolhida para a implantação do Centro de Arteterapia localiza-se no município de Cruz Alta, na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, a qual conta com acesso facilitado pelas rodovias que a conectam diretamente à centros médicos maiores reconhecidos do estado, como Passo Fundo e Santa Maria, além de servir de apoio a cidades menores da região. A cidade abriga aproximadamente 63.463 habitantes e possui área territorial de 1.360,289 km².
Situado à 3,5km do centro, sua localização visa a privacidade e tranquilidade afastando-se do centro, além de promover maios contato com a natureza e ar puro. Ademais, o acesso até o local é facilitado pela rodovia de acesso ao campus da Universidade de Cruz Alta, que se encontra à 5,1km de distância.
O Centro de Arteterapia funcionará como um centro terapêutico alternativo, oferecendo sessões de, em média, 2horas aos usuários, havendo opção de sessões particulares ou em pequenas turmas. Para os momentos de lazer, o centro conta com a área externa de livre acesso aos frequentadores, área de estar aberto coberto e demais áreas expositivas e de descanso internas.
Os maiores condicionantes para o projeto foram o formato quadrangular do terreno, o desnível de 10m a ser vencido, os espaços abertos ao público e espaços com maior privacidade para as sessões arteterapêuticas. Ainda, a proposta de integração de todos os setores por meio da rampa, como principal circulação vertical, o que proporciona a experimentação do espaço e dos visuais, além de trazer maior acessibilidade aos frequentadores.
Consequentemente, distribuiu-se os setores em quatro pavimentos dispostos a 1,60m de desnível entre os mesmos, acomodando a edificação no terreno com poucas movimentações de terra, proporcionando também o acesso em nível para o quarto pavimento e que os lances da rampa fossem menos longos e cansativos.
O setor arteterapêutico foi localizado no pavimento mais alto da edificação, separando-o dos demais setores abertos ao público. Outrossim, foram utilizados vidros translúcidos para otimizar a privacidade e conforto dos usuários. Os demais setores do equipamento buscam promover integração entre os ambientes e conexão com o espaço externo. Finalmente, vale ressaltar que o auditório proposto possibilita sua expansão e abertura para o lado externo, ao abrir as portas atrás do palco.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783