Centro Cultural para o Município de Ibirubá

Centro Cultural Elói Edmundo Franz para o Município de Ibirubá/RS
O referido trabalho consistiu-se em um Centro Cultural para o Município de Ibirubá/RS. Vários problemas e fragilidades motivaram a criação desse espaço. A carência de espaços adequados voltados à cultura e também ao lazer de forma ampla e abrangente no município, evidenciada pelas condições da Biblioteca Pública Justino Guimarães Neto, com seu espaço reduzido não atendendo a demanda atual de público, dividindo ainda parte de suas instalações com o Coral Municipal, foi um dos motivos
Dados da educação em Ibirubá também despertaram a atenção durante a pesquisa. Segundo apontava o IBGE (2010), o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), das séries iniciais era de 6.1, enquanto que nas séries finais essa mesma nota caia para 4.7, evidenciando que em algum momento no desenvolvimento escolar no município, os jovens passam a ter algum tipo de dificuldade, ou simplesmente algum desestímulo que compromete o aprendizado.
Para a elaboração da proposta do partido arquitetônico, o conceito escolhido foi o multiculturalismo. No Brasil uma grande mistura de costumes e hábitos culturais originou-se por meio da cultura africana, pelos movimentos imigratórios e pela população indígena. Ibirubá é um exemplo que dessa mistura cultural. Originou-se por meio da imigração de alemães e italianos, possui nome de origem indígena, e nos últimos anos tem recebido um grande número de imigrantes senegaleses. Importante destacar que essas diferenças culturais nem sempre coexistem de forma harmônica.
Assim, a inserção de um centro cultural em Ibirubá foi compreendida como uma medida capaz de trazer benefícios sociais ao município. O local foi idealizado como um espaço de sociabilidade, que possibilitará a realização de atividades culturais e artísticas diversas de forma ampla e democrática. Sendo idealizado também como espaço de apoio e estímulo à educação no município.
O lote onde o Centro foi idealizado está localizado no bairro Pôr-do-Sol e conta com uma área de 17.981,25m². O entorno é predominantemente residencial, de modo que o partido tomado privilegiou a ocupação horizontal do lote, respeitando as edificações circundantes e seguindo as curvas de nível do terreno, possibilitando a criação de um espaço fluido. A edificação é composta pelo pavimento subsolo, abrigando as garagens e central de ar; pavimento térreo, abrigando uma ampla área de exposições, a midiateca e as áreas administrativas e técnicas da instituição; e por fim, pelo segundo pavimento, abrigando biblioteca, salas para a realização das oficinas de atividades lúdicas e educativas, terraço e sala de ensaios para o Coral Municipal.
Por fim, a proposta envolveu também a criação de uma praça no entorno do prédio, que contará com um teatro de arena, uma quadra poliesportiva, um playground, uma pista de skate e estacionamento, além de um amplo espaço de convivência, contemplação e descanso. No paisagismo, privilegiou-se uso de espécies nativas, como a pitangueira (Eugenia uniflora), a corticeira do banhado (Erythrina crista-galli) e o jacarandá (Cortaderia selloana).

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783