Café Carpena – Cafeteria e Livraria

O Café Carpena, localizado na Rua Benjamin Constant na cidade de Pelotas-RS, tem por intenção tornar-se um refúgio na vida de jovens universitários na zona do Porto. Transformando o espaço em um local de lazer e estímulo à cultura, onde poderão se relacionar de maneira mais criativa e sem pressão do stress do dia a dia. Para tanto fundem-se os conceitos de cafeteria e livraria.
O projeto buscou manter as características do entorno desenvolvendo o partido no alinhamento predial e mantendo a altura existente em relação aos prédios laterais, pontos importantes para preservar a morfologia do bairro. Além de se preocupar com tais questões citadas, também buscou o desenvolvimento material sem agredir o meio ambiente, através de ações sustentáveis que serão descritas ao longo do texto.
Em frente ao antigo Almoxarifado da cidade percebe-se uma edificação nova em tijolos aparentes com grandes aberturas que permite a visual proposital entre exterior e interior do prédio. A instalação de um parklet em frente ao mesmo, provoca a contemplação dos prédios históricos do entorno. Contrastando com o novo tem-se elementos que preservam a identidade dessa zona, como a edificação no alinhamento predial e a preservação de uma cimalha característica das casas no entorno.
Atravessando a fachada, pode-se perceber dois ambientes, na lateral direita o Espaço Livros, destinado a consulta local ou empréstimo de livros e na lateral esquerda o Café, ambos espaços circundando uma aconchegante área de lazer com bancos, bicicletários, cadeiras e um pergolado com arbustos primavera que projeta pequenos raios solares sobre o deck.
Ao entrar no prédio, no que chamamos de foyer tem-se acesso aos ambientes anteriormente citados e a uma sala multiuso, destinada a palestras e sessão de autógrafos. Andando pelo Café, ao fundo pode-se notar a segunda área de lazer, composta por mesas e poltronas sobre um deck, bancos, paletes espalhados pelo gramado, espelhos d’água e um paisagismo simétrico de plantas tropicais compondo a ambientação do espaço. E na lateral do prédio uma sequência de floreiras com arbustos primavera incrustada na mureta de quatro metros que projetam uma visual a sala multiuso.
O programa do Café Carpena foi desenvolvido em um único pavimento, tornando todos os espaços acessíveis. A estrutura, o método construtivo convencional e os materiais escolhidos contribuem para uma construção de execução rápida e com redução de resíduos gerados em obra. O projeto também se preocupa com questões de sustentabilidade ao utilizar materiais da região, materiais com eficiência energética, ventilação cruzada, planos de vidro aumentando a luz natural, painéis solares fotovoltaicos, reaproveitamento das águas da chuva, racionalidade nos materiais e incentivo à mobilidade verde, ao propor vagas para bicicletas e colocando em prática o projeto de ciclofaixa já previsto no III Plano Diretor de Pelotas, incentivando aqueles que já utilizam desse transporte e aquelas pessoas que buscam um novo meio para se deslocar e com a implementação de um parklet, aumentando o espaço de convivência das pessoas, tornando a rua mais humana e restringindo o espaço dos automóveis.

Deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/premioiabrs/www/wp-includes/functions.php on line 3783